Resumo Legislação Básica

Resumo Legislação Básica
Resumo Legislação Básica

Rotina no instagram

Rotina no instagram
Rotina no instagram

PEDAGOGIA

PEDAGOGIA
PEDAGOGIA

Narração, Descrição e Dissertação

Nessa unidade, relembrei as características e exemplos dos três tipos textuais que podem aparecer em gêneros textuais distintos ou no mesmo gênero. Como identificá-los e dicas de como produzir um texto de cada tipo apresentado.

Em um dos primeiros textos, a aula deu como exemplo os blogs, e olha eu aqui rsrs' Onde no meu espaço, eu escrevo da minha maneira (muito errada na maioria das vezes, confesso! - mas é que não entra todas as regras gramaticais na minha cabeça, tais como: vírgulas, acentos, hifens, e por ai vai.). Mas  não importa, o que vale é que eu estou disposta a aprender um pouquinho a cada dia, então vamos a leitura seguindo o que eu aprendi de forma resumida? Vamos. É importante, então tomem nota. heheh

Gênero textualSão as espécies de textos efetivamente produzidos em nosso cotidiano, cumprindo funções em situações comunicativas e que apresentam características gerais comuns — como forma, estrutura linguística e assunto — facilmente identificáveis. Exemplo: telefonema, sermão, carta comercial, carta pessoal, romance, bilhete, reportagem jornalística, aula expositiva, reunião de condomínio, notícia jornalística, horóscopo, receita culinária, bula de remédio, lista de compras, cardápio de restaurante, instruções de uso, outdoor, inquérito policial, resenha, edital de concurso, piada, conversação espontânea, conferência, carta eletrônica, bate-papo por computador, aulas virtuais e assim por diante.

Tipo textualSão composições linguísticas que têm como característica a predominância de certas estruturas sintáticas, tempos e modos verbais, classes gramaticais, combinações etc., de acordo com sua função e intencionalidade no interior do gênero textual. Se os gêneros textuais são inúmeros, a tipologia textual é limitada. Exemplo disso é a narração, argumentação, exposição, descrição, injunção entre outros.

Texto Descritivo: É caracterizado por descrever algo ou alguém detalhadamente, sendo possível ao leitor criar uma imagem mental do objeto ou ser descrito, de acordo com a descrição efetuada.

Texto Dissertativo: É um tipo de texto argumentativo e opinativo, uma vez que expõe a opinião sobre determinado assunto ou tema, por meio de uma argumentação lógica, coerente e coesa.

Texto Narrativo: A narração nada mais é que arranjar uma sequencia de fatos em que os personagens se movimentam em um determinado espaço à medida que o tempo passa. A noção de narrar está muito ligada ao fato de, verdadeiramente, contar uma história.

Segue imagem de atividades para o Ensino Fundamental, que eu arrisquei de fazer para seguir como exemplo em sala de aula, tudo o que aprendemos nessa Unidade.

ATIVIDADES REALIZADAS:

1. LEIA ATENTAMENTE O TEXTO A SEGUIR, DE LUIZ ANTONIO MARCUSCHI, E ASSINALE A ALTERNATIVA QUE MELHOR PREENCHE AS LACUNAS, NA SEQUENCIA: "USAMOS A EXPRESSÃO _________ COMO UMA NOÇÃO PROPOSITALMENTE VAGA PARA REFERIR OS TEXTOS MATERIALIZADOS QUE ENCONTRAMOS EM NOSSA VIDA DIÁRIA E QUE APRESENTAM CARACTERÍSTICAS SÓCIO- COMUNICATIVAS DEFINIDAS POR CONTEÚDOS, PROPRIEDADES FUNCIONAIS, ESTILO E COMPOSIÇÃO CARACTERÍSTICA. SE OS ___________ SÃO APENAS MEIA DÚZIA, OS _________ SÃO INÚMEROS."
a. GÊNERO TEXTUAL, TIPOS TEXTUAIS, GÊNEROS
b. TIPO TEXTUAL, TIPOS TEXTUAIS, GÊNEROS
c. GÊNERO TEXTUAL, GÊNEROS TEXTUAIS, TIPOS TEXTUAIS
d. TIPO TEXTUAL, GÊNEROS TEXTUAIS, TIPOS TEXTUAIS
e. TIPO TEXTUAL, GÊNEROS TEXTUAIS, GÊNEROS
Resposta letra: A

2. ASSINALE A ALTERNATIVA QUE APRESENTA UM TRECHO DE TEXTO COM CARACTERÍSTICAS DO TIPO TEXTUAL DISSERTATIVO:
a. OS AJUDANTES LEVARAM A MESA PARA O PALCO.
b. O IDEAL É QUE TODOS COLABOREM. CASO CONTRÁRIO, O BRASIL CONTINUARÁ SEM RUMO.
c. ELA TEM OLHOS AZUIS E CABELOS LOUROS. NÃO PARECE BRASILEIRA.
d. NOSSA RUA SEMPRE FOI ESCURA, COM MUITAS ÁRVORES NAS DUAS CALÇADAS.
e. MINHA CASA TEM DOIS ANDARES, OS QUARTOS FICAM NA PARTE DE CIMA.
Resposta letra: B

3. LEIA O POEMA A SEGUIR DE MANUEL BANDEIRA:
Porquinho-da-Índia
(de Manuel Bandeira)
Quando eu tinha seis anos
Ganhei um porquinho-da-índia
Que dor de cabeça me dava
Porque o bichinho só queria estar debaixo do fogão!
Levava ele pra sala
Pra lugares mais bonitos, mais limpinhos
Ele não gostava:
Queria era estar debaixo do fogão.
Não fazia caso nenhum das minhas ternurinhas...
_ O meu porquinho-da-índia foi minha primeira namorada.
Disponível em http://www.jornaldepoesia.jor.br/manuelbandeira02.html#porquinho
CONSIDERE AS SEGUINTES AFIRMAÇÕES SOBRE O POEMA E OS TIPOS TEXTUAIS PRESENTES: 
I. NO POEMA, PREDOMINA O TIPO NARRATIVO, VISTO QUE O EU LÍRICO NARRA SUA RELAÇÃO DE ESTIMAÇÃO, O PORQUINHO-DA-ÍNDIA.
II. NO POEMA, OS VERBOS SE APRESENTAM NO PASSADO, HÁ PRESENÇA DE MARCADORES TEMPORAIS, COMO "QUANDO EU TINHA SEIS ANOS".
III. NO POEMA PREDOMINA O TIPO DISSERTATIVO, VISTO QUE O EU LÍRICO EMITE UMA OPINIÃO SOBRE O ANIMAL DE ESTIMAÇÃO TENTANDO CONVENCER O LEITOR DE QUE O PORQUINHO FOI SUA PRIMEIRA NAMORADA.
É CORRETO O QUE SE AFIRMA EM:
a. I.
b. II e III.
c. I e III.
d. I e II.
e. II.
Resposta letra d

4. CONSIDERE AS SEGUINTES AFIRMAÇÕES SOBRE OS TIPOS TEXTUAIS:
I. O TIPO TEXTUAL NARRATIVO SE CARACTERIZA POR MOSTRAR CARACTERÍSTICAS DOS SERES (OBJETOS, LUGARES, ANIMAIS OU PESSOAS) E DOS CONCEITOS PRESENTES NUMA SITUAÇÃO.
II. DISSERTAR É REFLETIR, DEBATER, DISCUTIR, QUESTIONAR A RESPEITO DE UM DETERMINADO  TEMA, EMITINDO OPINIÕES DE MANEIRA CONVINCENTE.
III. O TEXTO DISSERTATIVO É COMPOSTO POR TRÊS PARTES COERENTES E COESAS, SÃO ELAS: INTRODUÇÃO, DESENVOLVIMENTO E CONCLUSÃO.
É CORRETO O QUE SE AFIRMA EM:
a. I
b. II e III
c. I e III
d. I, II e III
e. II
Resposta letra b

A palavra escrita


A escrita como poder de inserção social Ao ser humano, cabe o privilégio de sonhar para além daquilo que é dado e feito. Dentro desse princípio, em um determinado momento da história humana, a linguagem falada que possibilitava a comunicação entre os seres, já não atendia totalmente as necessidades do homem. Naquele momento, faltava-lhe o domínio da linguagem escrita, essencial para a realização de sua plena interação social. Hoje, principalmente porque vivemos em uma sociedade letrada, em que as relações entre as pessoas é mediada pela palavra escrita, em boa parte do tempo, o domínio da escrita é fundamental. ( parágrafo retirado de uma das aulas que foi disponibilizado no fórum da aula de Pedagogia ).

Resolvi começar o post no blog dessa forma para que vocês pudessem entender a minha linha de raciocínio e bem resumida que é: ler por ler é furada! Precisamos estar atentos a tudo o que o texto pode nos dizer através das nossas interpretações, e para que isso ocorra, é exigido de nós muita prática.

Um fato que me chamou muitíssimo a atenção foi que no Brasil, existiu o "Movimento Malê", negros muçulmanos que sabiam ler e escrever em língua árabe. Na época da escravidão, quando um negro sabia assinar, já ocupava posição de certo poder numa sociedade basicamente iletrada. Alias, "nas senzalas da Bahia havia talvez maior número de gente sabendo ler e escrever do que no alto das casas-grades" (FREYRE, 1992, p. 49). Sendo assim vale ressaltar que a importância da leitura e escrita são fundamentais desde muitas décadas para que possamos estar em destaque na sociedade.

Não tenham medo, se arrisquem e mesmo que errem, escrevam. Pois quem tem medo não se aventura mas também não aprende nada. 


Exercícios sobre a Unidade 2

1. Considere as seguintes afirmações sobre a escrita de uma resposta em um fórum de discussão: 
I. A estrutura do texto deve ser feita de forma direta para facilitar a compreensão, ou seja, as frases na ordem direta. Os períodos não devem ser longos.
II. O texto precisa manter uma relação com a pergunta feita num primeiro momento de participação e, depois, necessita relacionar seu comentário com os dos outros participantes.
III. Verificar se as ideias não se contradizem, quer dizer, se não afirmou que era a favor de algo e depois escreveu ser parcialmente contrário.
É correto o que se afirma em:
a. I
b. II e III
c. I e III
d. I, II e III
e II
Resposta letra (d)

2. Identifique quais dentre as questões a seguir devem ser consideradas no momento em que escrevemos um texto:
I. Quem é o leitor?
II. Qual a relação que temos com ele?
III. Quais os temas que podemos tratar se pensarmos nele?
IV. Quais os gêneros que podemos utilizar para nos comunicarmos com ele?
É correto afirmar que são as perguntas que se encontra em:
a. I e IV
b. II e III
c. I e II
d. I, II e III
e. I, II, III e IV
Resposta letra (e)

3. O texto a seguir refere-se ao objetivo de qual gênero citado no conteúdo teórico? "É a exposição de ideias, conceitos, comentários, relacionando o que você leu na unidade e o que construiu de conhecimentos sobre determinado tema a uma questão proposta."
a. Carta
b. Resposta ao Fórum
c. E-mail
d. Poema
e. Atividade de sistematização
Resposta letra (b)

4. Considere as seguintes afirmações sobre o que pode ser considerado no planejamento da escrita:
I. Observar como é o gênero no qual vamos escrever.
II. Identificar as funções de gênero
III. Os temas que podem ser objeto desse gênero
IV. Qual o nível de linguagemutilizado
V. Quais as caracteristicas composicionais presentes.
É correto o que se afirma em:
a. I e V
b. II e III
c. I e IV
d. I, II, III, IV e V
e. II e IV
Resposta letra (d)

O Prazer de ler e o ler por prazer


Vocês já pararam para pensar o quanto é importante manter o habito da leitura? A minha estante esta carregada de livros e procuro encaixar um tempo para cada um deles, no meio das minhas horas do dia a dia, que por sinal, é tudo muito corrido. Não foi assim sempre, mas tomei gosto pela leitura depois que passei a ficar parte do meu tempo em casa mais sozinha, assim como foi escrever. Primeiro foi como um gatilho de refugio. Eu precisava daquilo tanto quanto respirar. Desabafar em páginas me trazia a vida, assim como brincar com minha imaginação me enfiando em histórias de contos. E já adianto de que não sou nenhuma experta quando o assunto se trata das regras gramaticais. Mas vale a pena aprender um pouquinho mais a cada dia. Acredito que o papel da escola é fundamental no processo de ler e escrever, e é por isso que eu estou aqui. Quero aprender e crescer como profissional na área da educação, sinto que já perdi tempo demais. E o poder da leitura e escrita irão me ajudar nessa etapa. Caso você, caro leitor, não tenha o habito da leitura e entrou na faculdade de Pedagogia, ou qualquer uma outra, não se assuste. Comece aos poucos e façam com que a nossas estatísticas cresçam com relação aos Brasileiros leitores. <3

Provinha sobre o Prazer de ler e ler por prazer que foi disponibilizado no Curso de Pedagogia, Unidade I.

1. No processo de leitura de um texto, é correto o que se afirma em:
I. Começamos pelo gênero para identificar sua função (informar, persuadir, indicar prazos etc.) e elementos de sua estrutura composicional.  
II. Observamos o suporte em que se encontra o texto (papel; tela de computador; outdoor; televisão etc.).
III. Verificamos em qual esfera circula; determinamos quem escreve e para quem é escrito.
a. I
b. II e III
c. I e III
d. I, II e III
e. II
Resposta letra (d)

2. Assinale a alternativa que apresenta os termos que melhor preenchem as lacunas da frase seguinte: "Os implícitos do texto oral ou escrito dependem do conhecimento de _________, de _________, de ________."
a. língua, gênero, mundo.
b. produção, palavras, mundo.
c. função, gênero, produção.
d. tempo, espaço, função.
e. significado, espaço, tempo.
Resposta letra (a)

3. Sobre as informações implícitas de leitura, considere as seguintes afirmações:
I. O pressuposto, um dos implícitos do texto, está marcado nos elementos linguísticos.
II. O subentendido, um dos implícitos do texto, é como o ouvinte ou o leitor compreende o que foi dito segundo suas expectativas. 
III. O subentendido depende também da situação em que ocorre a conversa ou o momento em que acontece a leitura.
É correto o que se afirma em:
a. I
b. II e III
c. I e III
d. I, II e III
e. II
Resposta letra (d)

4.Considere as seguintes afirmações sobre o processo de leitura:
I. A leitura é um processo, portanto, que coloca lado a lado autor/falante e leitor/ouvinte intermediados pelo texto.
II. Cada texto pode ser oral ou escrito; verbal, não verbal, ou misto, isto é verbal e não verbal.
III. O que garante a legibilidade dos textos é a unidade de sentido, negociada na interação entre leitor/ouvinte e autor/falante.
É correto o que se afirma em:
a. I
b. II e III
c. I e III
d. I, II e III
e. II
Resposta letra (d) 

FILOSOFIA: UM RESUMO EM VÍDEOS

Quer aprender de uma maneira mais fácil a matéria de Filosofia? Se você não consegue ter 100% de foco na hora dos estudos ou confunde as épocas com cada história e cada pensamento filosófico, será mais fácil ler todo o material didático que lhe foi disponibilizado e em seguida assistir alguns vídeos para que de maneira mais dinâmica, você absorva o máximo do conteúdo possível. E ah.. faça testes/exercícios que encontrar na internet e aproveite o máximo de você mesmo. Se arrisque, pesquise e procure conhecimento. Bons estudos e boas provas.

  • Introdução a Reflexão Filosófica


  • Filosofia Antiga


  • Filosofia Patrística e Escolástica  


  • Filosofia Medieval


  • Filosofia da Renascença 


  • Filosofia Moderna


  • Ilustração ou Iluminismo 



  • Filosofia Contemporânea

Resumo Filosofia Moderna e Iluminismo

RESUMO UNIDADE III

De onde vieram as ideias que utilizamos hoje em nosso cotidiano?

PERÍODO HISTÓRICO: Desintegração do Feudalismo na Europa. Surge um novo sistema econômico e social, o CAPITALISMO e surge uma nova classe social a BURGUESIA.

CARACTERÍSTICAS DA IDADE MODERNA

  • Estado (Ideia de um território governado, um língua centralizada, uma administração central, o Exército).
  • Colonialismo (Países saindo para colonizar outros, como o caso do Brasil que foi colonizado por Portugal).
  • Trabalho assalariado (Característica associada ao Capitalismo e a ideia de Estado).
  • Crescente produção artística e cultural
  • Perda de Hegemonia Católica (Passa a não ser mais o centro da religiosidade Cristã, onde a mesma não contempla mais em todo território). 
PENSAMENTO MODERNO: Duvida de tudo. Tem como característica o Racionalismo. Na época Moderna, o problema não é saber se uma coisa existe ou não, mas se nós podemos conhecê-la. Tendo como sua característica principal o: ANTROPOCENTRISMO.

PENSAMENTO MEDIEVAL: Característica principal o TEOCENTRISMO (Deus é o centro de tudo).

REVOLUÇÃO CIENTÍFICA:  Movimento de ideias e de progresso. Pensador forte nessa época GALILEU GALILEI. Deslocamento de que Deus era criador do Universo e focar mais em QUEM estava estudando a teoria. Este pensador geometrizou o Universo (UNIVERSO INFINITO).

Galileu foi obrigado a se retratar publicamente, e renunciar a sua teoria e foi recolhido à prisão domiciliar.

O QUE MUDOU COM A REVOLUÇÃO CIENTÍFICA?
A Terra não é o centro do Universo ➧ Pensamento de Galileu Galilei, que teve Aristóteles como um pensador filosofo que desenvolveu uma teoria para defender sua ideia e Ptolomeu seguido de estudos que comprovassem essa teoria, elaborando a então, a teoria Geocêntrica, também chamada como sistema ptolomaico.

O SOL NO CENTRO DO UNIVERSO: Pensamento de Copérnico que provocou uma revolução no pensamento ocidental, ao tirar pela primeira vez o homem do centro do Universo. Até então, a teoria geocêntrica de Ptolomeu, em que tudo girava em volta da Terra, era a verdade que guiava a filosofia, a ciência e a religião.

MÉTODO CARTESIANO / RACIONALISMO CARTESIANO
Descartes propõe 4 regras simples para separar o conhecimento verdadeiro do falso.
EVIDÊNCIA. Não se deve aceitar nada como verdadeiro.
ANÁLISE. Você tem que dividir o problema para estuda-lo melhor.
SÍNTESE. É preciso deixar claro os pensamentos.
VERIFICAÇÃO. Verificar todos os outros itens anteriores, para analisar se deixamos algo passar despercebido.

RENÉ DESCARTES (PENSO, LOGO EXISTO)

FRANCIS BACON (Filósofo da época Industrial) Diz que saber é poder. OBRA Novum Organum. Ele contrapõe o método dedutivo e propõe um método de indução. OS ÍDOLOS que aprisionam o mente humana são: ÍDOLOS DA TRIBO. ÍDOLOS DA CAVERNA. ÍDOLOS DO FORO. ÍDOLOS DO TEATRO.

O ILUMINISMO COMO PENSAMENTO FILOSÓFICO:
Surgiu na França. Traz uma força na ideia de razão. Divulga suas ideias por livros, tratados filosóficos, reuniões e enciclopédias. Esta nova forma de pensamento tinha o propósito de iluminar "as trevas" na qual se encontrava a sociedade.

CRITICISMO KANTIANO: é uma corrente filosófica que indica a razão como imprescindível para se alcançar o conhecimento, não havendo a necessidade do recurso aos sentidos. Immanuel Kant, criador do Criticismo, usou essa filosofia para trazer um ponto comum entre o empirismo e racionalidade. Kant afirma que a sensibilidade e o entendimento são duas faculdades importantes na obtenção do conhecimento, sendo que a informação captada pelos sentidos vão ser modelada pela razão.

ALGUNS EXERCÍCIOS SOBRE A AULA

O modelo científico de Galileu Galilei possibilitou a autonomia da Ciência em relação ao pensamento religioso e às concepções filosóficas.
Diante disso, em que o discurso científico se legitima?

a.

b.

c.

d.

e.
Resposta D

Um dos maiores filósofos surgidos durante o Iluminismo, Immanuel Kant, desenvolveu um método que o diferenciava de seus antecessores. Sua principal questão era saber se seria possível haver uma razão pura, independente da experiência.
Diante disso, podemos dizer que Kant:

a.

b.

c.

d.

e.
Resposta D

Durante o século XVIII, houve um grande movimento de ideias chamado Iluminismo. Esse nome pode ser entendido também como esclarecimento. Muitos intelectuais da época aderiram às novas ideias e buscaram se debruçar em como proporcionar a felicidade aos homens. Nessa busca, propuseram um lema.
Escolha a seguir a alternativa que o expressa CORRETAMENTE:

a.

b.

c.

d.

e.
Resposta C

Em sua crítica ao Empirismo e ao Racionalismo, Kant propõe que o conhecimento deve ser composto de juízos universais racionais, da mesma maneira que derivar da experiência sensível.
Diante disso, como seria composto o conhecimento?

a.

b.

c.

d.

e.
Resposta E