Faculdade para Blogueiros(as)

Faculdade para Blogueiros(as)
Faculdade para Blogueiros(as)

Acne / Espinhas

Acne / Espinhas
Acne / Espinhas

Estados Unidos

Estados Unidos
Diario de Viagem TEXAS ESTADOS UNIDOS

Diário das Espinhas: Capitulo I - O resumo.

Fiz uma vasta pesquisa na internet sobre as acnes (espinhas), e cheguei a conclusão de que é conversa fiada esse negocio de pomadinha. Gente, por minha experiência no assunto, quero falar abertamente com pessoas que passam pela mesma dificuldade que eu, por isso vou explicar de forma bem detalhada a minha real revolta com todos esses métodos que não foram eficazes pra mim, e citar aqui apenas os produtos que realmente funcionaram. E há, quero começar um diário das espinhas, então sejam bem vindos ao CAPITULO I.

Me chamo Anne, hoje com 24 anos, e minha relação com as espinhas me acompanham desde a minha adolescência, para ser mais exata começou aos 14 anos de idade. No inicio eram poucas e aparentemente iriam embora rapidamente, por não apresentarem sebo, sem contar que eram pequenas e sequinhas.

Mas aos 15 anos, a história foi diferente. Começou a surgir as espinhas internas, mais as espinhas pequenas em meio a outras grandes e inflamadas. E sinceramente? Eu não me importava com elas. Cuidava. Mas não me importava a ponto de me envergonhar, ou ficar triste por isso.

Passei a fazer uso de vários produtos para as acnes, aqueles que são divulgados nos comerciais de televisão, ou que os vizinhos indicam, e até mesmo os que os grandes sites de comportamento indicavam quando grandes celebridades anunciavam que já tinham feito uso de tal produto e que encontramos facilmente nas farmácias.

Sabe quais dos milhares de produtos que usei nessa época resolveu? Nenhum. Isso mesmo, Nenhum. Sendo assim, fui em um dos médicos mais conceituados de Mogi Guaçu, interior de São Paulo e fiz uso de peeling. E mais uma vez, já com 18 anos ele apenas deixou minha pela avermelhada e me fazer ficar enfiada dentro de casa para que o sol não manchasse mais o meu rosto.

Definitivamente o peeling é uma ótima dica, mas não no estagio de acnes graves que eu estava. Sim, estavam mais graves, e ai sim, foi a época que começou a me incomodar porem nem tanto.

Me mudei para os Estados Unidos em 2012, e levei junto um pote cheio de remédio manipulado, comecei a tomar um medicamento que pedi em uma farmácia conhecida da família. Não lembro exatamente o nome e como foi que eu cheguei até esses pilulas, talvez tenha sido minha irmã que ficou sabendo por alguém e foi atrás pra mim. É, realmente deve ter sido assim, e elas quase que resolveram. Fizeram eu chegar no estagio das acnes de quando estavam bem no comecinho, mas ainda sentia minha pele mais escura e bem estragadinha, sabe?!

Voltando dos Estados Unidos comecei o uso de Roacutan, já falei sobre ele aqui no blog. Não vou entrar em muitos detalhes mas resumidamente passei muito mal. Foram meses com fortes dores de cabeça, corpo, olhos. Boca ressecadas a ponto de sangrar, pele extremamente sensível a ponto de ter cicatriz nos braços ate hoje e puft - sumiram por completo em 7 meses. Fiquei tão feliz, mais tão feliz, que só ai eu lembrei de como é bom não ter espinhas e como eu não tinha notado que estava com tantas espinhas. Acho que foi uma das melhores fases da minha vida, mesmo ter passado uma barra daquelas.

Logo mais em 2017, cá estamos nós. Elas voltaram, como quem não quer nada voltaram aos poucos e eu fiquei EXTREMAMENTE irritada, chateada e pode-se dizer que até um tanto depressiva. Tudo bem que essa questão também se deve por conta de outros probleminhas e conflitos pessoais. Mas poxa vida, as coisas já não estavam encaminhando muito bem, tinham que voltar justo agora. Ok! Ja que estão aqui, vou iniciar um novo método de tratamento. Quero contar passo a passo e vou compartilhar com vocês. Será que vai funcionar? Não sei, mas vamos tentar - estou aqui para compartilhar algo que realmente possa ajudar. 

Em breve uma nova postagem sobre o Diário das Espinhas. Um beijo e até o próximo post. Fiquem com Deus.

CABELO: Half bun ou coque samurai

Olá meus amores!!! No post de hoje irei falar sobre um penteado que literalmente ganhou a cabeça das mulheres (e dos homens também), o half bun ou coque samurai, como preferir. Ele nada mais é, do que um meio coque no topo da cabeça que pode ser preso de várias formas: enrolado, tipo donuts, bagunçadinho ou semi preso. Além de super bonitinho, ele é ótimo para os bad hair days e ou até mesmo para disfarçar quando o cabelo não está tão limpinho assim. Então vamos conferir uma seleção com várias inspirações para quem quiser aderir a essa moda capilar!?!?

Inverno 2017: Veludo no guarda-roupa

O veludo veio ganhando espaço aos pouquinhos e agora vive seu auge, o que é massa porque as modelagens e opções de cores e peças estão cada vez mais diferentes – destaque para o vestido t-shirt e o tipo ombro a ombro, além do blazer “molenguinha” e as peças esportivas que ganham um ar deluxe com o tecido!
Na hora de usar, fuja da tentação de montar um look “all veludo” kkk e lembre-se que ele já acaba sendo um tecido sexy por si só (ainda mais se em peças como um body ou slip dress), então pensar em ir mais para um lado moderninho do que para o sensual vai acabar dando um equilíbrio certeiro para a produção! Uma boa dica é apostar no mix de texturas, combinando com couro, jeans, seda… o resultado fica bem trendy e feminino!





Os Looks do Coachella 2017 + inspirações

Rolou na Califórnia o Coachella, maior festival de música do mundo. Achei incrível a imaginação das #girls na hora da produção, então com essa vibe toda positiva, #girlpower, cheia de glamour, tendências e estilo, trouxe um post com as minhas apostas.

Crise de estilo: Galeria de looks da Anne - o que eu usava antes

Olaaa pessoal, tudo bom? Hoje resolvi compartilhar uma galeria de looks, tanto os mais antigos, quanto os mais novos. A partir das fotos eu pude notar o que mudar no meu guarda-roupa e o que manter. Por isso é muito importante registrar alguns momentos para que nós possamos nos auto analisar. Confira abaixo uma seleção de looks que fiz, porque olhaaaa - a garota aqui esta com crise de estilo, acreditam? Depois conto melhor em forma de vídeo e compartilho o que eufiz para gastar pouco e mudar todo o meu guarda-roupa (ou parte dele), pra vocês. <3